Espaço da Cidadania

Vídeos

Galerias

Notícias

Morre um dos mais importantes cientistas de todos os tempos

16-03-2018 - Fonte: Espaço da Cidadania

- Clique para ampliar

Faleceu na quarta-feira (14/03/2018), em Cambridge, o físico e pesquisador britânico Stephen William Hawking, aos 76 anos. Era o cientista mais popular desde Albert Einstein e um dos mais importantes homens da ciência de todos os tempos: um gênio que desvendou segredos do universo enquanto lutava contra a doença degenerativa Esclerose Lateral Amiotrófica (ELA).

Ele também se tornou um símbolo de determinação por ser portador da ELA e ter sobrevivido décadas. Aos 21 anos foi diagnosticado com a doença que acaba com os neurônios motores, células nervosas responsáveis pelos movimentos do corpo, suprimindo progressivamente a capacidade do enfermo de se mover, falar, engolir e até respirar. (foto com o Papa Francisco)

A cadeira de rodas e a crescente dificuldade para se comunicar não o impediram, no entanto, de seguir a carreira, porque a sua capacidade intelectual permaneceu intacta. Dependente de um sintetizador de voz computadorizado para se comunicar, o astrofísico prosseguiu trabalhando até o fim, sem perder a curiosidade nem a humildade diante dos mistérios da ciência. (Caricatura de Stephen Hawking)

Com o título “Adeus ao astrofísico britânico Stephen Hawking“, o portal Vatican News prestou tributo a ele que foi reconhecido por sua abordagem a temas como a natureza da gravidade e a origem do universo. Ele chegou a ser recebido por 4 Papas.

De acordo com Stephen Hawking “A deficiência não precisa ser um obstáculo para o sucesso. Durante praticamente toda a minha vida adulta, convivi com a doença do neurônio motor. Mesmo assim, isso não me impediu de ter uma carreira como astrofísico e uma vida familiar feliz.”.

A inclusão chegou no interior das empresas?

As empresas querem que seus produtos ou serviços sejam adquiridos por todos os consumidores, mas em muitas situações criam dificuldades ou restrições para que trabalhadores com deficiência ocupem espaços dignos em suas instalações.

- Clique para ampliar

Se 23,9% da população brasileira tem algum tipo de deficiência, como explicar que no trabalho formal, aquele com carteira registrada, não exista nem 1% de trabalhadores com deficiência?

O falecimento de Stephen Hawking divulgado no mundo inteiro e homenageado pelo Vaticano nesta semana deveria servir para a reflexão sobre o tipo de trabalho que é oferecido às pessoas com deficiência no Brasil.

Cartilha

Para ampliar o conhecimento dos trabalhadores sobre boas práticas de inclusão um grupo de voluntários do Espaço da Cidadania está fazendo reuniões e consultas objetivando produzir uma cartilha ou roteiro de informações destinada à reflexão que promova atitudes cidadãs. (foto da reunião na Secretaria Municipal da Pessoa com Deficiência, em 14/03/18)

Veja mais fotos:

 - Clique para ampliar
 - Clique para ampliar

< Voltar

Busca

  Conheça nossas
    Publicações

Cartilha Conviva com a Diferênça

Pessoas com Deficiência no Trabalho Formal Porque Não?

Espaço da Cidadania - Rua Erasmo Braga, 307, 3.o andar, Presidente Altino, Osasco, SP - CEP: 06213-008
Tel.: (11) 3685-0915 - e-mail: ecidadania@ecidadania.org.br